O Projeto Apadrinhando uma História será lançado nesta quarta-feira (07) às 15 horas no auditório do Ministério Público de Cacoal. O projeto incentiva o apadrinhamento e a adoção de crianças e adolescentes abrigadas nas unidades de acolhimento do município e tem apoio da administração municipal, Tribunal de Justiça (TJ-RO) e Ministério Público de Rondônia (MP-RO).
O projeto está completando quatro anos e surgiu a partir da percepção de que as crianças abrigadas crescem nas instituições sem perspectivas ou chances remotas de adoção ou de retorno para a família. A partir de então foram criadas possibilidades de apadrinhamento.
Uma delas, é a “afetiva”, que é aquele que visita regularmente à criança ou adolescente, buscando-o para passar final de semana, feriados ou férias escolares em sua companhia. “Provedor”, consiste em dar suporte material ou financeiro à criança e ao adolescente, seja com a doação de materiais escolares, calçados, brinquedos, seja com o patrocínio de cursos profissionalizantes, reforço escolar e prática esportiva.
Há ainda o “prestador de serviços”, que consiste no profissional liberal que se cadastra para atender as crianças e adolescentes participantes do projeto, conforme sua especialidade de trabalho. Empresas, clínicas ou instituições podem se cadastrar, voluntariamente.