Os coordenadores do PROCON de Cacoal (Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor) e da CERON (Centrais Elétricas de Rondônia) reuniram-se na manhã desta sexta-feira (23), para discutir questões referentes às relações de consumo entre a empresa e os seus usuários.

Assuntos como cobrança de ICMS, imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços a mais nas contas, e que vem sofrendo reviravoltas nos tribunais superiores, ressarcimento em casos de danos em razão de queda ou sobrecarga de energia, problemas no atendimento ao público na sede da empresa, recuperação de consumo anterior em virtude de ausência de medição, e cobrança pela mudança de medidores, foram debatidos visando um esclarecimento por parte da CERON, além da necessidade de maior agilidade na resolução de pendências.

Dado a essas reclamações apresentadas ao PROCON, servidores da CERON entregaram uma cartilha detalhada desenvolvida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANAEEL), que regula o setor. O objetivo desta cartilha é facilitar o atendimento e exposição ao consumidor de seus direitos frente às empresas de energia elétrica.

Para o coordenador geral do PROCON de Cacoal, Bernardo Schmidt Penna, encontros entre o órgão e empresas garantem benefícios aos consumidores, “Reuniões como essa costumam ser bastante produtivas em termos de resultados para os consumidores. Essa é a nova postura que o PROCON Cacoal vem tomando, no sentido de procurar diretamente os fornecedores que recebem maiores demandas e tentar soluções globais buscando maior efetividade e melhorias na relação consumidor/empresas”, afirma.