A professora Rosely Maria Dias Vieira assume interinamente a Secretaria de Educação em Cacoal depois do pedido de exoneração do ex-secretário Severino Bertino Neto, nesta sexta-feira (21). A decisão foi tomada pela prefeita Glaucione Rodrigues ainda na tarde da sexta, depois de analisar nomes que poderiam dar seguimento aos trabalhos da secretaria, garantindo que todos os serviços continuem sendo desenvolvidos, sempre objetivando não permitir prejuízos à população. A escolha foi avaliada como “excelente” pela ex-secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli, que havia a solicitado como adjunta, no período em que esteve à frente da Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

Sobre a secretaria interina, a prefeita disse ter confiança na capacidade técnica. Professora da Rede Estadual de Ensino, Rosely Maria Dias Vieira, a Rose, trabalha na área há 31 anos. Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Rondônia, pós-graduada em Metodologia do Ensino de Matemática e Gestão Escolar.

Nos 31 anos de serviços dedicados à Educação, assumiu várias funções na área. Foi gestora escolar, coordenadora regional de Educação em Pimenta Bueno por sete anos e secretária Municipal de Educação por 10 anos na mesma cidade.

Como  membro  da União dos Dirigentes da Educação de Rondônia, representou  os dirigentes municipais do Estado no  Conselho Nacional de Representantes (CNR) fazendo parte da mesa de financiamento da Educação. Em todos os cargos assumidos sempre trabalhou em prol da valorização dos servidores da Educação e da melhoria da qualidade do ensino.

A ex-secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, informou que conhece a secretária interina da Educação de Cacoal há 20 anos e que já havia comentado nas redes sociais que Cacoal tinha “um diamante” para assumir a pasta, sem se referir ao nome de Rose e que a escolha da prefeita Glaucione foi mesmo excelente. Entre as característica citadas por Gavioli à secretária interina, disse ser uma pessoa técnica, não política; educada, humilde e de amplo conhecimento sobre a Educação Municipal. “Não consigo vê-la em outro setor que não seja a Educação”, reafirmou.

Fátima Gavioli é professora há 23 anos, tem doutorado e mestrado na área, além do conhecimento como ex-secretária estadual e afirma que a prefeita Glaucione está fazendo certo, primeiramente escolhendo uma secretária interina. Falou ainda que é preciso dar liberdade para que os nomes que comporão a “frente” da pasta sejam de total confiança da secretária.