Desde o meio deste sábado (17) a Prefeitura de Cacoal manteve mobilizada a maior parte de suas secretarias para atendimento da população que vive em áreas sujeitas a alagações. As chuvas, iniciadas na noite anterior e que atingiram grande parte do Estado, causaram problemas em várias cidades, e Cacoal registrou pontos de alagações, mas sob coordenação da Defesa Civil do município, conseguiu evitar que as pessoas fossem surpreendidas pelas águas. Veículos leve e pesados das secretarias municipais foram disponibilizados, conforme orientação da Prefeita Glaucione Rodrigues, para que as famílias fossem assistidas nas suas necessidades.
De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Cacoal, Pedro Buralli, nenhuma família precisou ser levado para o abrigo providenciado pela administração municipal em razão das alagações. “A maioria das pessoas foi para a casa de amigos ou parentes antes mesmo que a água chegasse até as suas casas”, informou.
A Secretaria Minicipal de Assistência Social e Trabalho (Semast) levou servidores para que passassem nas residências para atendimento às famílias, oferecendo ainda o local e ajuda no transporte de objetos e eletrodomésticos, caso fosse preciso. Elias Moisés, titular da Pasta, acompanhou os trabalhos até as 23 horas do sábado, juntamente com outros secretários, a exemplo do coordenador da Defesa Civil, e informou que a partir deste horário o volume de águas começou a diminuir.
Neste domingo (18) os agentes envolvidos nas ações do sábado continuam verificando as áreas de risco e oferecendo ajuda às famílias, que tem à disposição os veículos disponibilizados pela Prefeitura de Cacoal. O Serviço Meteorológico também está repassando informações sobre a possibilidade de novas chuvas, o que ajuda a antecipar ações de retirada das pessoas das áreas alagadiças.
Além da Defesa Civil e Semast, estiveram envolvidas ainda as secretarias municipals de Meio Ambiente (SEMMA), Obras (Semosp), Trânsito (Semttran) e Gabinete da Prefeita, que determinou que todo monitoramento seja mantido até que o risco de novas enchentes acabe.