Semusa convoca grupos prioritários para se vacinar contra gripe

Pessoas com doenças graves, gestantes e crianças, são os grupos com menor adesão a campanha.

O número de pessoas do grupo prioritário vacinadas contra a gripe ainda está abaixo da meta para Cacoal. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Pessoas com doenças graves, gestantes e crianças, são os grupos com menor adesão. O amento de pessoas em tratamento com suspeita de doenças respiratórias graves (gripe) é outro fator que preocupa as autoridades de saúde no município.

A vacinação contra a influenza (gripe) teve início no dia 23 de abril e deve ser encerrada no dia 1º de junho.  Apesar da preocupação do setor com a doença a adesão dos grupos prioritários ainda está bem abaixo do esperado. “Nossa meta é vacinar 90% do público alvo que é de pouco mais de 21 mil pessoas”, aponta a coordenadora de Vigilância em Saúde, Ivani Gromann.

Segundo os dados da Semusa, os grupos com menor percentual de adesão a campanha são os de pessoas com doenças crônicas, crianças de seis meses a cinco anos e gestantes.

Cresce casos suspeitos de doenças respiratórias graves (gripe)

Outro fator preocupante, segundo Ivani, é o aumento de pessoas em tratamento nas unidades de saúde do município com suspeita da síndrome respiratória aguda grave (gripe). No domingo (20), um adolescente de 16 anos, morador de Rolim de Moura morreu no Hospital de Urgência e Emergência de Cacoal com suspeita da síndrome respiratória grave. Além dele, uma criança de um ano e quatro meses de Vilhena está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Regional, com suspeita da doença.

“Esta é uma situação que tem nos preocupado bastante, tendo em vista que é uma doença muito grave com alto poder de transmissão. A vacinação é a principal medida de prevenção, por isso pedimos para que as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários procurem as unidades de básica de saúde para se imunizar”, esclarece Ivani.

Vacinação

Em Cacoal, até o dia 1° de junho, a vacina é realizada nas Unidades Básicas de Saúde: Cristo Rei- no bairro Floresta; Luiz Moreira- bairro Parque Fortaleza; Edmur José Marchioli- bairro Liberdade; Princesa Isabel- bairro Incra; Village do Sol- bairro Village do Sol; Gonçalves Ledo- bairro Industrial; Nova Esperança- bairro Nova Esperança (BNH); Unidade de Saúde da Família; São Judas Tadeu- distrito Riozinho e Sesp- Cacoal.  Locais funcionam das 7h30 até o meio dia e meia. Para receber a dose é importe a apresentação dos cartões SUS e de vacina.

Veja qual é o público-alvo para receber as doses gratuitamente no SUS:

Pessoas a partir de 60 anos: Crianças de seis meses a cinco anos: Trabalhadores da área de saúde: Professores das redes pública e privada: Mulheres gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto): Indígenas: Pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas): Profissionais do sistema prisional: Portadores de doenças que aumentam o risco de complicações em decorrência da influenza:

Vacina da gripe

A vacina desse ano tem a possibilidade de proteger contra três tipos de vírus da gripe: o Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2 e influenza B. A contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo.