Agricultoras de Cacoal participam de curso de defumados e embutidos

Foi encerrado na quinta-feira (27), na Associação de Produtores Rurais Vida Nova da Linha 10, o curso de defumados e embutidos oferecido pela Prefeitura de Cacoal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Ao todo 28 agricultoras receberam a capacitação que foi dividida em duas turmas.

De acordo com a prefeita Glaucione Rodrigues, que participou da cerimônia de encerramento, o programa de capacitações rurais visa oferecer aos moradores do campo técnicas e ferramentas para o melhor reaproveitamento das matérias primas da região, proporcionando com isso, mais qualidade aos produtos consumidos pelas famílias e a geração de renda, principalmente para os pequenos produtores.

“Iniciei este trabalho junto com o Senar, quando ainda era deputada estadual. Naquela época a prefeitura não quis firmar parceria, então fechamos com as associações rurais. Agora como prefeita dei sequência, pois acredito que esta ação exerce um papel de destaque na geração de renda nas comunidades rurais, tendo em vista que muitos proprietários de agroindústrias do município participaram por capacitações como esta e hoje estão vendendo até para fora do Brasil”, destaca.

A instrutora do curso Silêna Arnholz revela que as participanteS do curso estão preparadas para atuar profissionalmente em qualquer parte do país. “Este trabalho é de nível nacional e as participantes hoje estão preparadas para desenvolver qualquer atividade de defumados e embutidos. Agora é só colocar em prática o que aprenderam, pois elas têm o conhecimento e a matéria prima à disposição”, diz.

A produtora rural Maria do Carmo Lemes conta que a capacitação mudou sua visão sobre conservação e reaproveitamento dos alimentos. “Nossa, aprendi tanta coisa que nunca tinha imaginado que era possível fazer para melhor qualidade dos alimentos. Agradeço a todos que se empenharam para que esta capacitação fosse realizada, e espero que novas sejam oferecidas em breve”, expõe.

O curso foi desenvolvido em parceria entre a Prefeitura de Cacoal, Senar e os agricultores que forneceram as matérias primas utilizadas durante as capacitações. Participaram também da cerimônia de encerramento, o secretário municipal de Agricultura, Toninho da Emater, o vereador Valdecir Goleiro (PTB) e moradores da região.

Prefeita assegura que serviço de hemodiálise não será paralisado em Cacoal

A prefeita de Cacoal, Glaucione Rodrigues, assegurou nesta sexta-feira (28), que apesar da divergência entre a empresa que administra o Centro de Diálise e a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) sobre a forma de lançamento dos atendimentos prestados aos pacientes, o serviço de hemodiálise não será paralisado no município. Glaucione também pediu desculpas aos pacientes por terem sido expostos por pessoas que utilizaram a situação para se promover indevidamente.

Em entrevista coletiva concedida em seu gabinete, a prefeita explicou que na quarta-feira (26), foi realizada uma reunião entre os representantes da empresa de diálise e a equipe da administração municipal, composta pela própria prefeita, secretária de saúde e técnicos da secretaria, procuradores municipais, representantes do Fundo Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, onde de forma transparente foram ouvidas as justificativas das partes envolvidas na discussão.

“Existe uma divergência entre a Secretaria de Saúde e a empresa nas formas de lançamentos da produção do serviço prestado, mas precisamos de uma auditoria maior para saber realmente qual é a forma correta. Acredito na idoneidade dos empresários, e penso que em momento algum estão agindo de má fé. Também acredito na honestidade dos técnicos da secretaria e do Conselho Municipal de Saúde, por isso, estamos buscando uma solução justa para o problema”, afirmou.

Apesar da polêmica causada em torno da situação, a prefeita garantiu que nenhum paciente ficará sem o serviço de hemodiálise. “Peço às pessoas que dependem desse serviço para ficarem tranquilas, pois será feito um ajuste na situação, mas eu garanto que os serviços continuam funcionando normalmente em Cacoal”, assegurou.

Glaucione reforçou ainda que uma auditoria externa deve ser realizada para apurar as divergências no lançamento do serviço executado pela empresa.  “Os técnicos do Grecs que é a Gerência de Controle e Avaliação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), virão a Cacoal analisar a situação. Conforme os auditores definirem será feito o lançamento, porém, mais uma vez asseguro que o serviço de hemodiálise em Cacoal não será interrompido”, apontou.

O contrato de prestação de serviço da atual empresa de diálise encerrará em novembro, e a administração já iniciou o processo licitatório para a escolha da empresa que irá dá sequência aos serviços.   “Após a auditoria sobre a forma de lançamento das despesas, se a empresa atual não tiver interesse, já temos outras interessadas, mas é claro que eu como gestora não quero isso, prefiro continuar com esse grupo que iniciou o trabalho lá atrás permaneça na cidade. Não temos nada a reclamar sobre o atendimento, a divergência é sobre a forma de faturamento”, esclareceu.

A chefe do executivo municipal aproveitou a oportunidade para pedir desculpas aos pacientes por terem sido expostos por pessoas que aproveitaram a situação para se promoverem politicamente.  “Quero pedir a essas pessoas que têm postado imagens desses pacientes nas redes sociais que não faça isso, por que se fosse meu pai eu não iria gostar e, se fosse seu pai você também não concordaria. Diante desta situação, peço desculpa aos pacientes que foram expostos de maneira indevida por pessoas que têm interesse em se promover nesse período político”, finalizou.

Semana Nacional do Trânsito será encerrada nesta quarta, 26, em Cacoal

Nesta quarta-feira (26), será realizada a cerimônia de encerramento da Semana Nacional do Trânsito, em Cacoal. O evento terá início às 18 horas, e será promovido no Centro de Artes e Esportes Unificados Rogério Gonçalves ‘Tita’, na Avenida Primavera, no Bairro Parque Fortaleza.

 Com o tema ‘NÓS SOMOS O TRÂNSITO’ a programação foi aberta oficialmente na noite da segunda-feira (17), com uma caminhada e um ato no campus da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Em Cacoal, as ações que são desenvolvidas em parceria entre a Prefeitura de Cacoal, por meio da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Semttran), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), tem por  objetivo envolver diretamente a sociedade nas ações e propor uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade.

Durante a semana foi desenvolvida uma série de atividades, dentre elas, caminhada pela paz no trânsito, atividade educativa em escolas, blitz, pit stop, passeio ciclístico, palestra com os mototaxistas, taxistas e motoboys, blitz sobre acessibilidade e palestras sobre trânsito seguro.

Junto com a cerimônia de encerramento desta quarta-feira, haverá palestra, pista de bicicletas e exibição de vídeos educativos.

O Dia Nacional do Trânsito, que é comemorado em 25 de setembro, foi instituído a partir da criação do Código de Trânsito Brasileiro, em setembro de 1997. Todos os anos um tema específico é debatido ao longo de toda a Semana do Trânsito. Os temas abordados são escolhidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

AUDIÊNCIA PÚBLICA

A Prefeitura Municipal de Cacoal através da Excelentíssima Prefeita Municipal, GLAUCIONE MARIA RODRIGUES NERI, tem a honra de convidá-los para participarem da Audiência Pública Municipal de apresentação do Relatório das Atividades Desenvolvidas no 2º Quadrimestre de 2018, a ser realizada no dia 27/09/2018 (quinta-feira), as 19h00min, no Plenarinho do Palácio Catarino Cardoso dos Santos (Câmara Municipal), localizado na Rua Presidente Médici nº 1849, bairro Jardim Clodoaldo, visando o acompanhamento das metas atingidas no período, em cumprimento ao PPA, LDO e LOA, analisar o desempenho do Município de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal e demais legislações vigentes.

“Audiência Pública, um instrumento da democracia. PARTICIPE!

Cacoal sedia o 3º Concafé e prefeita destaca a importância do café na economia do município

“Como segunda fonte de renda para o homem do campo, o café tem um papel de destaque para a economia cacoalense, a administração municipal não tem medido esforços para mostrar esta pérola ao mundo”, declara a prefeita Glaucione Rodrigues duração sua participação no 3º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé), realizado na sexta-feira (21), no Parque de Exposição da Associação Rural de Cacoal.

Filha de cafeicultor e prefeita da cidade conhecida como a ‘Capital do Café’, Glaucione Rodrigues, em sua fala, destacou a importância do café no município e os investimentos da atual gestão municipal para a permanência e expansão da cultura na região. “Eu descobri que nosso café robusta é o melhor do mundo e,  quis mostrar esta pérola para todo o mundo.

Promovi a primeira festa do café em Cacoal, onde a intenção não era só festar e sim fomentar a economia local. Fizemos parcerias e mostramos o evento para toda a região Norte. O café de Cacoal já ocupa as melhores posições no país, acredito que por meio da união de toda cadeia produtiva vamos conquistar o posto de melhor café do Brasil, em qualidade e produção”, frisou.

Na oportunidade Glaucione aproveitou também para parabenizar os organizadores do Concafé e os cafeicultores pela iniciativa. “Percebemos que desde a primeira edição há esforço muito grande de todos envolvidos com a oferta de amostras selecionadas, fator que faz melhorar ainda mais a qualidade dos grãos e por cosequência agrega valor ao café cultivado em nosso município”, destacou.

Vencedores

Ao todo, em 2018, 132 cafeicultores de 24 municípios de Rondônia inscreveram-se para participar do concurso. Os três primeiros colocados foram selecionados entre 18 finalistas, cafeicultores que cultivaram em suas propriedades cafés especiais.

O grande vencedor do concurso foi o cacoalense Dione Mendes Bento, 25 anos, é o responsável pelo melhor robusta amazônico, e recebeu o prêmio de R$ 12 mil. O segundo colocado, foi o indígena Valdir Aruá, de Alta Floresta D’ Oeste, e recebeu a premiação de R$8 mil. O terceiro colocado foi José Luiz Pezzin, de Santa Luzia D’Oeste, que  recebeu R$5 mil em dinheiro.

Concafé
O Concafé é uma realização do Governo do Estado de Rondônia e da Câmara Setorial do Café, com apoio de inúmeros parceiros, dentre eles, a Prefeitura de Cacoal , e tem por objetivo a promoção e incentivo à produção de café robusta com qualidade e sustentabilidade dentro do estado de Rondônia.

Na classificação geral de produção de café no Brasil, Rondônia se mantém na quinta colocação, sendo o maior produtor de café da região Norte. A maior produção está concentrada na região da zona da mata, mais especificamente em Cacoal.

Pacote de obras de infraestrutura urbana é assinado em Cacoal

Em cerimônia realizada na sexta-feira (21) foi assinada duas ordens de serviço para a execução de obras de infraestrutura asfaltica em Cacoal.  Ao todo são quase R$ 40 milhões em obras, com recursos dos governos Federal e Estadual, com  contrapartida da Prefeitura.

A primeira assinatura foi para a contratação de empresa especializada em pavimentação asfaltica, drenagem e qualificação das vias públicas da área urbana, por meio de convênio com o Governo de Rondônia, através do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER) e contrapartida da Prefeitura de Cacoal. São pouco mais de oito quilômetros de obras de terraplenagem, drenagem, calçamento e sinalização horizontal, que irão contemplar ruas e avenidas de vários bairros da cidade, como Conjunto Halley Vista Alegre e Jardim Itália. Entre os serviços a serem realizados estão terraplenagem, drenagem, calçamento e sinalização horizontal.

O valor do serviço contratado é de R$: 8.06. 816, 16 (oito milhões, oitocentos e dezesseis reais e, dezesseis centavos), deste montante, o município entrou com a contrapartida de R$: 803.034,39 (oitocentos e três mil, trinta e quatro reais e, nove centavos).

No mesmo ato foi assinada também a ordem serviço para o início das obras de drenagem em vários pontos da cidade, dentre eles, trechos das avenidas Malaquita, Niterói e Recife. O recurso será disponibilizado através de financiamento da Caixa Econômica Federal, por meio do Programa Pró-Transporte, no valor de R$: 28.098.839,40 (vinte e oito milhões, noventa e oito mil, oitocentos e trinta e nove reais, e quarenta centavos). Neste contrato a Prefeitura entrou com contrapartida de R$: 1.404.941,43 (um milhão quatrocentos e quatro mil e novecentos e quarenta e um reais e noventa e, sete centavos). As duas obras serão realizadas pela empresa Andrade e Vicente LTDA.

Ao falar sobre os serviços, a prefeita Glaucione Rodrigues frisou que essas obras vão transformar a infraestrutura do município. “São serviços que vão mudar a cara desta cidade, mas sem o apoio da bancada federal, deputados estaduais, vereadores e do Governo do Estado não é possível fazer nada disso, tendo em vista, que o município não possui dinheiro em caixa para bancar obras deste tamanho”, explicou.

Glaucione lembrou também que diversas frentes de serviços estão em andamento no município. “Novas ordens de serviço serão assinadas em breve. Temos ainda a usina de asfalto que entrará em funcionamento nos próximos dias. Junto com a usina o Governo do Estado liberou três milhões em insumos para melhorar nossa pavimentação asfaltica. Chegou a hora da colheita, foi para ver minha cidade linda e maravilhosa que eu quis ser prefeita, e isso está acontecendo graças aos nossos parceiros”, destacou.

Participaram da cerimônia, o governador de Rondônia Daniel Pereira, o deputado federal Nilton Capixaba, o diretor –  geral o DER, Luiz Carlos Katatal, o gerente geral da Caixa Econômica em Cacoal, Orlando da Costa Neves Neto,e o representante da empresa vencedora das licitações, Sandorval Pedro Andrade, além de vereadores, secretários municipais, servidores e convidados.

 

Procurador-geral esclarece que serviço de hemodiálise não será paralisado em Cacoal

O procurador- geral do município Walter Matheus Bernardino Silva esclarece a população de Cacoal, que serviço de hemodiálise não será paralisado. Ao contrário do vem sendo circulado em veículos de comunicação da cidade e em redes sociais, não há falta de recursos para custear os serviços de hemodiálise, a prefeitura está cobrando apenas a aplicação correta dos recursos públicos.

“No contrato para hemodiálise, além do procedimento é contemplado medicamentos, insumos e o profissional da saúde que acompanha os pacientes. Quando o Ministério da Saúde paga pela hemodiálise essas despesas já estão cobertas, ocorre que foi detectado pela administração municipal que esses valores estavam sendo lançado em separado, com isso, o município estava pagando duas vezes pelo mesmo serviço”, aponta.

O procurador informa ainda que o município não está restringindo serviços, e que nenhum paciente será prejudicado por falta de atendimento.

“Quando o paciente está sobre tratamento ele pode necessitar de consultas com profissionais, como psicólogo, fisioterapeuta, assistente social e outros, e o município não está impedindo que isso aconteça, o que a administração está exigindo é que seja feito da forma correta, tendo em vista que no relatório apresentado pela empresa constava de 90 a 100 consultas ao mês com um único paciente. É difícil imaginar que alguém irá realizar esta quantidade de consultas em um mês”, frisa.

A presidente da comissão de controle e avaliação da Secretaria Municipal de Saúde, Edna Mota, reforça que nenhum paciente ficará sem atendimento, mesmo que a atual empresa deixe de oferecer o serviço.

Mudas de árvores serão distribuídas pelo Procon-Cacoal

Em comemoração ao dia da árvore, a Prefeitura de Cacoal, por meio do Procon-Cacoal, distribuirá nesta sexta-feira (21) gratuitamente para quem tiver interesse em adquirir mudas de árvores de espécies nativas na região, como cacau e açaí.

Objetivo da ação é promover a importância da preservação das árvores e florestas. “A administração municipal através do Procon quer ajudar a reduzir o desmatamento, estimular a conscientização e ainda, incentivar a proteção do meio ambiente com pequenas atitudes, como esta”, destaca a coordenadora do Procon – Cacoal, Karuze Lessa.

Os interessados devem procurar o Procon, nesta sexta-feira, e solicitar a muda.  O órgão de Proteção do Consumidor está localizado na Avenida Anísio Serrão nº 2168, no Centro, ao lado da prefeitura.

O dia da árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro e tem como objetivo principal a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

Projeto de recuperação de nascentes é intensificado em Cacoal

Preocupada com a promoção de iniciativas que garantam a sustentabilidade da população da área rural, a Prefeitura de Cacoal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), intensificou o trabalho de recuperando nascentes assoreadas, por meio do projeto ‘Renascer das Águas’.  A iniciativa prevê também a recuperação do solo das propriedades rurais com técnicas que evitam que as águas das chuvas escorram para as nascentes.

O projeto é realizado pela equipe e máquinas da Semagri, com recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente e Agricultura e, apoio de produtores rurais, entidades e empresas da cidade, como a Castilho o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saee) que fornecem alguns dos materiais utilizados no processo, como pedras e canos.

Para a prefeita Glaucione Rodrigues, o trabalho tem como foco principal garantir a sustentabilidade para o homem do campo, em especial, os pequenos produtores. “A água é o bem mais precioso que temos e, precisamos cuidar bem dela. Pensando nisso, colocamos em prática este projeto que está levando esperança e progresso para propriedades que já enfrentavam dificuldades com a falta de água”, esclarece.

De acordo com o técnico da Semagri, Jorge Murer, mais de 30 nascentes já foram recuperadas no município pelo projeto. “Esta é uma medida que parece simples, mas que possui um legado social incalculável, tendo em vista, que com investimentos de baixa custo, principalmente para o produtor, estamos garantindo a permanência e o fortalecimento das famílias no campo, com o ressurgimento da água nas propriedades”, explica.

Ainda de acordo com Murer, o trabalho consiste na recuperação das nascentes que foram assoreadas com o desmatamento de suas cabeceiras e a construção de curvas de nível, barraginhas, que visam proteger as nascentes das enxurradas. O processo é composto ainda pela descompactação do solo, para que a água das chuvas consiga penetrar no lençol freático, cercamento da área da nascente e a recomposição da mata ciliar.

Edson Machado, morador da Linha 14, foi um dos primeiros agricultores a receber o projeto em sua propriedade. De acordo com ele, antes da recuperação, a água que era distribuída para o abastecimento da casa e para a alimentação das represas secava no período de estiagem, devido o assoreamento da nascente. “Graças ao projeto hoje temos água em abundância para todas as atividades da propriedade. Agora só cuidar que não volte assorear de novo”, revela.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), campus Cacoal, também recebeu o projeto. Na instituição foi recuperada uma nascente responsável pelo fornecimento de água para o abastecimento da instituição e dos projetos de irrigação que são desenvolvidos no campus. O trabalho de recuperação contou com o apoio de professores, técnicos e os alunos dos cursos integrados em Agropecuária e Agroecologia. Para o diretor-geral do campus, Davys Negreiros, o projeto mudou o cenário de crise hídrica na instituição e é um novo marco na gestão da unidade. “O mínimo que podemos fazer agora é oferecer o nosso espaço como um modelo para que mais produtores conheçam”, aponta.

Educadores de Cacoal participam de Fórum de Educação Ambiental Crítica

Professores da rede municipal de ensino e estudantes de cursos ligados à Educação Ambiental participaram nesta quarta-feira (19) do 2º Fórum de Educação Ambiental Crítica, realizado em parceria entre a Jauru Transmissora de Energia (JTE) e a Prefeitura de Cacoal, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A iniciativa tem por objetivo promover uma reflexão sobre os caminhos da Educação Ambiental Crítica na prática cotidiana de sala de aula e as dificuldades de se trabalhar o tema como ferramenta para a promoção da cidadania e a conservação do meio ambiente de forma sustentável.

Inny Bello Acciollly, que é professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisadora do Laboratório de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade (LIEAS/UFRJ); Anne Kassiadou, analista ambiental, com especialização em Educação Ambiental, mestre em Educação e doutorando em Educação Pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO); e o analista ambiental Eduardo Mattos, que é bacharel em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), foram os convidados que conduziram as discussões.

De acordo com Virgínia Valéria de Assis, articuladora do Fórum pela Semed, os educadores recebem por meio da parceria formação continuada sobre Educação Ambiental, através da  plataforma de ensino a distância (EAD) e, em encontros periódicos. “Com esta ação, estamos tendo a oportunidade de fazer uma reflexão de como trabalhar a educação ambiental em mossas escolas, na busca alternativas para a prevenção do meio ambiente de forma sustentável”, explica.

O professor Jeferson Alves, da escola Augustinho Goes, revela que a capacitação vai lhe oferecer mais ferramentas para atuar no projeto que já é desenvolvido em sua instituição. “Na escola estamos trabalhando com o ‘Campo Limpo’. Por meio deste projeto, percebemos que as crianças gostam de falar sobre o assunto, com isso, sentimos a necessidade de aprofundar mais sobre o tema, e este fórum possibilitou isso”, conta.

Desde 2015, a Jauru Transmissora de Energia, que responsável pela linha transmissão de energia que passa por várias cidades, trabalha com a Educação Ambiental no município.

1 2 3