Emissão de RG em Cacoal é prejudicada por falta de material

Liberação das cédulas para emissão do documento é realizada pelo Governo de Rondônia.

A exigência da identidade para a matrícula nas escolas da rede estadual fez aumentar a procura pelo documento em Cacoal.  Por outro lado, a liberação das cédulas para emissão do Registro Geral (RG), que é coordenado pelo Governo de Rondônia, não é suficiente para suprir a demanda, fator que tem prejudicado o atendimento no posto do Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC).

Em Cacoal, o serviço é realizado por meio de uma parceria entre o Governo Estadual e a Prefeitura, que cedeu os servidores. De acordo com a coordenadora do setor, Luzinete Santana Manzoli, por dia no município, em média 30 pessoas solicitam a identidade, porém, esta regularidade não está sendo seguida, devido à falta de cédulas para o preenchimento do documento. “Hoje é enviado para o município, por semana, um malote com cem cédulas, o problema é que a demanda cresceu demais nos últimos meses e esse material se esgota em apenas três dias de trabalho, relata.

A servidora explicou ainda que o aumento na demanda foi ocasionado, em grande parte, pela exigência do documento para a matrícula nas escolas da rede estadual. “Já solicitamos ao setor em Porto Velho a ampliação da quantidade de cédulas que são enviadas para Cacoal, e estamos aguardando por respostas”, esclarece.

Apesar da restrição na emissão do RG, o atendimento para outros serviços, como a entrega dos documentos prontos e esclarecimento de dúvidas, é realizado dentro da normalidade. O posto de identificação funciona em uma sala dentro do Procon, anexo ao prédio da prefeitura. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

Por problemas em equipamento emissão de carteiras de trabalho está suspensa em Cacoal

Em razão de problemas na prancheta de assinatura eletrônica e no coletor de digitais, a emissão de carteiras de trabalho está suspensa em Cacoal. A licitação para aquisição de um novo kit deve ser realizada nos próximos dias.

De acordo com o chefe do setor, Flávio Veinco, após a danificação dos equipamentos, a prefeitura conseguiu um kit por empréstimo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), porém as ferramentas digitais do sistema não são compatíveis.

“Infelizmente, sem esses equipamentos, não é possível a emissão da carteira de trabalho. Agora precisamos aguardar o processo de licitação para a compra de dois kits, um para substituir o danificando e outro reserva”, explica.

Ainda de acordo com Flávio, a previsão é que a licitação seja realizada no próximo dia 12.  “Caso a licitação ocorra normalmente, é preciso esperar mais um tempo para entrega dos equipamentos”, aponta.

Entrega de carteiras prontas

Durante o período de substituição dos equipamentos, a emissão da carteira de trabalho estará suspensa no município, no entanto, a entrega dos documentos prontos continua sendo feito normalmente. “Peço às pessoas que concluíram o processo de emissão do documento que venha buscá-lo, pois há várias carteiras prontas, sendo que algumas estão aqui desde 2015”, revela.

O setor de emissão de carteira de trabalho funciona no prédio da prefeitura, com atendimento das 7 às 13 horas.