Cacoal recebeu na terça-feira (23) professores e gestores escolares de Espigão do Oeste, Ministro Andreazza, Primavera de Rondônia, Pimenta Bueno, Parecis, São Felipe do Oeste e do próprio município para debater os principais pontos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e Currículo. O documento está sendo aperfeiçoado com colaboração e sugestões dos educadores e da comunidade local.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Roseli Vieira, a Base Nacional Comum Curricular já foi elaborada pelo Ministério de Educação (Mec), com colaboração de autoridades do setor, com as diretrizes para a educação no país, agora está sendo apresentado para os educadores possam colaborar para o aprimoramento do documento em todo o país. Junto com a base, no encontro foi discutida também a formação do currículo escolar de cada instituição.

“O currículo é composto pelos conteúdos que vão ser trabalhados em cada etapa escolar, para isso, ele precisa ter como referência a Base Nacional Comum Curricular, mas sempre respeitando as peculiaridades da região onde a escola está localizada”, explica.

A coordenadora estadual da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Lucicleia Lima de Souza, explica que com a Base Nacional Comum Curricular os professores terão uma diretriz em todas as etapas da Educação Básica. “A BNCC propõe que as escolas municipais, estaduais e particulares possam ter um documento oficial e nacional para que possam seguir. Hoje não há esta padronização, cada rede define as suas diretrizes curriculares”, revela.

Os estudantes, segundo Lucicleia, também serão beneficiados com a medida. “Os estudantes terão seus direitos respeitados em todas as etapas de aprendizagem em todas as partes do país. O seja, se o aluno começar o ano letivo em uma escola de Rondônia e precisar se mudar para São Paulo durante o ano, ele não será prejudicado, tendo em vista que a base de ensino será padronizada”, conta.

O encontro teve a participação de representantes da Secretaria Municipal de Cacoal (Semed), Secretaria Estadual de Educação (Seduc), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e dos educadores dos municípios que fazem parte da regional. encontro.

BNCC

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica.

Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), a Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

A Base estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera que todos os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica. Orientada pelos princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, a Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.