Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (19) secretários municipais anunciaram uma força-tarefa para auxiliar na coleta de lixo em Cacoal, mesmo com a empresa Coolpeza, detentora do contrato para a coleta, tendo reiniciado seus trabalhos. A coleta com equipamento e pessoal da Prefeitura será feita em locais predeterminados, como forma de evitar que passe pelos mesmos bairros, onde a empresa fará a coleta. Quatro caminhões caçamba e uma pá carregadeira serão utilizadas e 23 pessoas trabalharão diretamente nesta ação.

Para esclarecer os pontos que poderiam causar dúvidas, estiverem reunidos com a imprensa os secretários de Obras, Paulo Pimentel; de Meio Ambiente, Leandro Chagas; da Superintendência de Licitações, Sirlene Vieira; e o Procurador-Geral do município, Walter Matheus Bernardino, que garantiu que tudo está sendo planejado com ampla segurança jurídica.

Os demais falaram cada um em sua área, e Sirlene Vieira anunciou que o edital para a contratação da nova empresa será aberto em breve, evitando que problemas, como os vistos atualmente na coleta de lixo, voltem a se repedir. Acompanhado do assessor jurídico da SEMMA, Marcelo Machado, Leandro Chagas reafirmou que todos os pagamentos à Coolpeza foram feitos corretamente e que a falta de certidões, uma exigência de lei, impediu a empresa de receber algumas vezes, mas por culpa exclusivamente da empresa.

Sobre força-tarefa, Paulo Pimentel afirmou que todos os equipamentos que estão disponíveis serão colocados à disposição da coleta e que a decisão de antecipar os trabalhos, antes programados para o fim de semana, foi para que os cidadãos tenham mais garantias de uma cidade limpa neste Natal.