Os servidores do Hospital Materno-Infantil de Cacoal receberam os salários de fevereiro com a Gratificação de Pronto-Socorro, assegurada por lei (nº 2964/PMC) desde 2012, mas que só na atual gestão foi paga. A diretoria do Sinsemuc, que representa os servidores municipais, divulgou nota reconhecendo o esforço da atual administração em fazer cumprir a lei e parabenizou “a prefeita Glaucione pelo atendimento do referido pedido, pois nada mais justo que o cumprimento da legislação principalmente no que se refere à valorização dos servidores municipais”.

A gratificação é garantida a enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, que atuam em regime de plantões em pronto-socorro. O pagamento foi feito retroativo a janeiro de 2019. Com esse benefício, são quatro as categorias que tiveram aumentos efetivos em seus vencimentos na atual gestão. Além dessa gratificação, médicos, agentes comunitários de saúde (piso) e professores (piso) tiveram implementos salariais.

Para a Prefeita Glaucione Rodrigues, a valorização dos servidores é importante e sempre analisada, mas nem sempre é possível em razão do cenário nacional de crise financeira que, mesmo ainda muito forte, foi vencido pela Prefeitura de Cacoal para que pudesse conceder esses benefícios aos servidores municipais.