A pavimentação asfáltica será feita em diversos trechos, totalizando quase 2 km de asfalto

Esta semana está sendo feita a pavimentação da linha 06, na Rua 11, no bairro Habitar Brasil. Após os serviços de terraplanagem foi realizada a imprimação para a impermeabilização da base, para que seja executada a capa asfáltica em CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente). Serão 2 km de asfalto de qualidade em sete bairros, em diversos trechos, mediante dois convênios.

A obra da linha 6 é proveniente do convênio de nº 290, do senador Acir Gurgacz, no valor de R$ 900 mil, que contempla a Linha 06, da rua Professora Alzira S. Barbosa até a rua Geraldo Cardoso (Loteamento Parque dos Lagos) e a Rua 11, da rua 07 até a rua Professora Alzira S. Barbosa, nos bairros Habitar Brasil, Parque dos Lagos e Jardim Itália II, totalizando quase 1 km de asfalto.

Além destes três bairros, outros quatro serão beneficiados com asfalto nas próximas semanas, mediante o convênio nº 310, do mesmo valor, do ex-deputado Luiz Cláudio. Neste pacote de obras estão incluídas ruas dos bairros Brizon, Village do Sol, Jardim Clodoaldo e Vista Alegre. Os trechos a serem contemplados são: A rua Antonio Sérgio, no bairro Village do Sol e as ruas Humberto de Campos e Raul Bopp, no bairro Vista Alegre. A rua Alceu Carlos, no Brizon, além da avenida Cuiabá, no Jardim Clodoaldo, que também estão sendo preparadas para o asfaltamento. Somando os trechos será feito quase 1 km de asfalto.

Moradores comemoram

Os moradores acompanham o serviço e veem o sonho do asfalto se tornar realidade, após décadas de espera. Marciano Oliveira é morador da rua há 15 anos. Começou a construir uma casa e parou, aguardando pelo asfalto. Quando viu as máquinas começando a fazer a base da rua, chegou a se emocionar. “O asfalto vai melhorar bastante o bairro, vai valorizar as casas, não tenho palavras para agradecer”, disse.

Motorista de ônibus do transporte escolar, Jean Carlos também utiliza a rua diariamente, no trajeto em que leva as crianças para a escola Maria do Socorro, que fica ao lado da rua. “É bom para quem passa de carro, mas também para as crianças que vão à pé até a escola, mas é melhor ainda para os comerciantes”, concluiu.