Prefeitura estuda implantação de usina de etanol a base de batata doce no município

A prefeita Glaucione Rodrigues esteve reunida com a equipe da Secretaria de Agricultura (Semagri), o secretário Donizete Souza da Silva e o empresário e engenheiro agrônomo, Aldo Marcos Silva, discutindo a implantação de uma usina de etanol a base de bata doce no município. O empresário e pesquisador Aldo Silva, que desenvolve biotecnologia para combustível desde 2003, apresentou a proposta para a prefeita Glaucione na manhã desta sexta-feira (28) e explicou a viabilidade do projeto.

“Esse é um programa de etanol social que nós estamos querendo inserir no Estado. Nós queremos inserir a agricultura familiar na matriz energética compondo a cadeia produtiva de etanol, e como na Amazônia não pode ser produzido etanol através de cana, nós temos a batata doce que pode ser usada dentro desse formato de usina flex e é ecologicamente correto e social, e também tem uma viabilidade muito alta, pois quando se produz etanol da batata, também se produz ração animal, que é interessante para agricultura familiar, já que você acaba gerando mais carne, leite e peixe, o resultado é muito interessante”, afirma Aldo.

O pesquisador ressaltou que pretende implantar o projeto em diversas cidades de Rondônia e que já conta com o apoio do Governo do Estado.  “Nós tivemos uma reunião com o governador Confúcio Moura e ele tem um interesse muito grande em desenvolver a agricultura familiar. Então nós estamos fazendo um tour no Estado para ver onde melhor se aplica. Nós já temos alguns municípios como Theobroma e Alvorada, onde a gente já conhece a situação, sabemos da viabilidade. A tendência é que isso aqui se estenda para a Amazônia inteira”, completa.

Durante a reunião Aldo ainda destacou que vê o município de Cacoal como um pólo de tecnologia no Estado e possui condições apropriadas para a produção de etanol, além de oferecer uma boa logística, visto que o município fica em uma BR, possui agricultura familiar disponível e ainda há grande mercado para venda de ração animal.

De acordo com o secretário da Semagri, Donizete Souza da Silva, o projeto trará diversos benefícios ao município. “Nós buscamos conhecer o projeto e desse conhecimento estamos com a prefeita para que a gente possa buscar a viabilidade e implantar esse projeto em Cacoal, onde o produtor vai produzir a batata doce e essa usina vai gerar etanol através da produção. O município só tem a ganhar, a cadeia produtiva vai gerar empregos, produção para o nosso produtor e a questão de divisas, pois uma vez que a gente produz álcool, etanol dentro do município, nós vamos ter um custo beneficio bom”, finaliza.

Projeto de recuperação do solo e nascentes evita voçorocas em Cacoal

Propriedades rurais de Cacoal estão sendo atendidas com um projeto de recuperação de solo e nascentes idealizado pela administração municipal. Máquinas da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) são disponibilizadas para atender as propriedades atingidas por voçoroca, que é um processo erosivo de grande porte, ou que corram o risco. Os produtores que necessitarem desse trabalho devem procurar a Semagri e informar o problema.

Todo serviço é fornecido sem custo aos produtores, que podem ainda obter palanques e arame para cercar as nascentes de água. Esses materiais são fornecidos pelo Fundo Municipal de Meio Ambiente e Agricultura e o objetivo é preservar a água para o futuro, mesmo estando Rondônia na Amazônia Legal, onde há água em abundância, informou o técnico agropecuário, contador e especialista em gestão ambiental, Jorge Murer, que relata ainda a escassez de água para a agricultura e mesmo potável em outras partes do país.

O projeto prevê a construção de curvas de nível, barraginhas, desassoreamento de nascentes e reversão de processos erosivos de grande porte, como forma de evitar danos nas propriedades e ainda proteger as nascentes e, consequentemente, também rios e córregos.

Nesta terça-feira (4), os trabalhos foram feitos em três propriedades na Linha 5, Setor Prosperidade, que estavam sendo prejudicadas por voçoroca.

Diagnostico do Pirarara

Ainda com ligações ao projeto de recuperação do solo e nascentes, a Semagri participou por três meses ininterruptos da elaboração e execução do diagnóstico do Pirarara, do nascente à foz. Em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sedam), Ministério Público e das instituições de ensino superior Facimed, Unesc e Unir, estudos analisam o uso da água e problemas que possam levar à escassez. Novas etapas acontecerão, sempre objetivando estudos que evitem a falta de água no futuro.

 

 

Cacoal participa da 6ª Rondônia Rural Show em Ji-Paraná

A abertura da 6ª Rondônia Rural Show foi novamente um grande sucesso. Agora com sede própria, a maior feira de Agronegócios do Estado recebeu a visita de centenas de pessoas de diversos municípios que puderam conferir de perto o potencial agrícola e comercial dos produtos e equipamentos ligados ao setor.

A prefeita de Cacoal Glaucione Rodrigues (PMDB) participou da cerimônia de abertura, que contou com a presença de varias autoridades políticas e empresariais do Estado e discursaram e enalteceram a importância do evento, que movimenta um setor responsável direto pelo aumento do PIB no Brasil.

As agroindústrias de Cacoal, que tiveram standers na feira, receberam apoio da Secretaria de Agricultura do município, como desenvolvimento de projetos, incentivos fiscais e busca de qualidade e aumento de produção. Com isso, as famílias agregam valores à matéria prima e tem a oportunidade de comercializarem seus produtos.

Fascinada com o potencial e variedades de diversos produtos, Glaucione fez questão de dar um abraço e cumprimentar todos os participantes, que com seu trabalho e determinação, puderam mostrar a força e o potencial de nossa cidade.