CERNIC agradece parceria do SAAE em Feira da Solidariedade e em parceria

A Diretora Executiva do CERNIC, Nalzira de Fátima da Silva, enviou nota a todos os servidores do SAAE agradecendo o apoio da Autarquia que disponibilizou seu pessoal para participar, juntamente com outros parceiros da entidade, durante a 29ª feira da Solidariedade, realizada nos dias 08 e 09 de julho. “Só temos a agradecer todo esse empenho e dedicação de todos os servidores e diretoria do SAAE que sempre tem sido os nossos parceiros não apenas nesses eventos que realizamos, mas também no dia a dia, incentivando a população para que nos ajude a cumprir bem a nossa missão”, afirmou.

A parceria do SAAE com o CERNIC consiste em um projeto de arrecadação de fundos, através de doações da população, que autoriza a um pequeno desconto mensal nas contas de água e esses valores são repassados à entidade. O último repasse, no mês de junho, superou o total de 9 mil reais. “Esta grande diferença de valores comparado aos meses anteriores é fruto do carinho e reconhecimento que a população de Cacoal tem com nossa instituição e também pelo apoio que grandes parceiros da comunicação local nos tem dado. Agradecemos ao SAAE pela iniciativa e apoio prestados ao CERNIC e a toda população”, afirmou Nalzira de Fátima.

Dirigentes do SAAE Cacoal participam do 47º Congresso da ASSEMAE em Campinas (SP)

A presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Cacoal, Claudia Maximina Rodrigues, e a diretora técnico-operacional, Maria Auxiliadora B. dos Santos, participam do 47º Congresso da ASSEMAE, que teve início na segunda-feira (19) e acontece até esta sexta (20), com a realização do Painel I, com a temática “Saneamento Público Municipal: um caminho para o Brasil”, que é o tema principal do evento. Ambas as dirigentes estavam acompanhadas do engenheiro do SAAE,  Helton Pires Moraes.

Na terça- feira, os representantes do SAAE Cacoal participaram do lançamento da publicação “Experiências Municipais Exitosas em Saneamento – 2017”, onde são relatados 31 casos de sucesso de ações positivas voltadas para a saúde e a qualidade de vida por meio do saneamento. A obra é uma iniciativa da ASSEMAE, com organização de Dieter Wartchow, ex-presidente da ASSEMAE e coordenada pelo secretário executivo da ASSEMAE, Francisco Lopes.

Iniciando as apresentações, Aparecido Hojaij expôs brevemente a história da ASSEMAE, apontando a realidade do saneamento básico brasileiro, destacando que a entidade surgiu para auxiliar os municípios na gestão e administração dos serviços de saneamento. O presidente lembrou que a Lei 11.445/2007 foi o marco legal que alavancou o setor do saneamento no país, e abrange os serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo de águas pluviais urbanas.

Ao final, um exemplar da publicação foi entregue, por Aparecido Hojaij e Dieter Wartchow exemplares da obra à presidente do SAAE Cacoal, que integra o rol de empresas de saneamento com experiências exitosas, juntamente com representantes de Araraquara (SP), Blumenau (SP), Brasília (DF), Campinas (SP), Campo Maior (PI), Caxias do Sul (RS), Caxias (MA), Ibiporã (PR), Itabirito (MG), Itaúna (MG), Ituiutaba (MG), Jaboticabal (SP), Jaraguá do Sul (SC), Jundiaí (SP), Jussara (PR), Lucas do Rio Verde (MT), Marechal Cândido Rondon (PR), Novo Hamburgo (RS), Penápolis (SP), Poços de Caldas (MG), Porto Alegre (RS), Rondonópolis (MT), Santo André (SP), São José do Rio Preto (SP), São Lourenço (MG), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Volta Redonda (RJ), além dos consórcios Consimares, em São Paulo, e o Simae, em Santa Catarina.

Para a presidente do SAAE de Cacoal, Cláudia M. Rodrigues, participar desse evento e ver a autarquia de Cacoal ser lembrada pelos investimentos que tornam o nosso município referência em termos de saneamento no país é motivo de orgulho. “Sabemos que ainda há muito caminho a ser percorrido, mas reconhecimento como este mostra que estamos vencendo cada etapa e dando o melhor para que a população de Cacoal tenha um atendimento de qualidade em saneamento básico e distribuição de água potável”, concluiu.