Em transmissão ao vivo, realizada no domingo, 18/07, o prefeito Adailton Fúria informou o calendário de vacinação para esta semana, por drive-thru no estacionamento do Cacoal Shopping, que vai atender as faixas etárias entre 41 a 44 anos, terça e quarta-feira, conforme horários abaixo.

O prefeito também afirmou que, na quinta-feira, serão aplicadas a segunda dose da Coronavac para pessoas com 62 anos. Para quem tem 60 e 61 anos, há previsão de disponibilidade de vacina na próxima semana, mas a Semusa aguarda o repasse das doses que estão previstas para elaborar o calendário. As pessoas que forem ao drive-thru precisam observar o horário para cada faixa etária, pois os técnicos estão orientados a não vacinar quem não tiver dentro da faixa etária para aquele horário.

Em relação à vacinação de adolescentes, entre 12 e 17 anos, com comorbidades e doenças crônicas, o prefeito Adailton Furia afirmou que pretende dar continuidade nos próximos dias, assim que o município receber um novo lote de vacinas do laboratório Pfizer. O prefeito afirma que sua decisão em relação a essa faixa etária, com atendimento inicialmente a 350 crianças e adolescentes, deveu-se à necessidade de imunizar essas pessoas, que fazem parte do grupo de risco e são mais suscetíveis a contágios.

Calendário
Terça-feira
✅44 anos ou + das 8:00 até às 11:00
✅43 anos ou + das 11:00 até às 15:00

Quarta-feira
✅42 anos ou + das 8:00 até às 11:00
✅41 anos ou + das 11:00 até às 15:00

Quinta-feira
Na quinta-feira serão aplicadas um total de 480 doses de Coronavac para pessoas com 62 anos, que já tomaram a primeira dose.
Para a faixa etária de 60 a 61 anos, a data será definida nos próximos dias, quando as doses forem repassadas ao município, com previsão para a próxima semana.

SEGUNDA DOSE DA ASTRAZÊNICA
As pessoas com previsão para segunda dose entre os dias 19 a 31 desse mês, a segunda dose será realizada em um único dia, no dia 26 de julho, no Cacoal Shopping no horário das 08 às 15 horas.

CAMPANHA VACINA SOLIDÁRIA
A Semusa participa de campanha Vacina Solidária e pede a quem quiser participar que leve um quilo de alimento não perecível para ajudar às famílias que estão em situação de vulnerabilidade alimentar por conta da pandemia e seus efeitos na economia. As autoridades do município reforçam o informe de que se trata de contribuição voluntária, não condicionada à vacinação. O apelo é para aqueles que, podendo, queiram demonstrar um gesto de solidariedade às famílias em situação de dificuldades por conta da pandemia que afetou o emprego e comprometeu a renda de algumas famílias.