• O prefeito Adailton Fúria (PSD) recebeu com satisfação a divulgação de que Cacoal obteve uma nota muito superior à média nacional no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB 2021), com  5.3.

Dentre os mais de cinco mil brasileiros, o nosso município se soma àqueles municípios do país que se destacaram no indicador que avalia a relação entre os insumos educacionais (escolaridade dos professores, número de horas-aula por dia, experiência dos diretores e taxa de atendimento na educação infantil) e resultados educacionais (Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica dos anos iniciais e finais do ensino fundamental e taxa líquida de matrícula do ensino médio); além da escolaridade dos pais.

De acordo com o prefeito, o município fez importantes investimentos em materiais pedagógicos, compra de notebooks para professores, aquisição do apostilado positivo, compra de ônibus, e colocou em prática vários projetos voltados à área da educação. Ele ressalta que o município também tem apoiado experiências bem-sucedidas como o Busão da Alfabetização que, nesse período de pandemia, foi até às casas dos estudantes para atender em seus domicílios, focando especialmente os estudantes com maior grau de dificuldade em escrita e Leitura. O município também investiu na valorização dos profissionais da educação para que eles pudessem se sentir motivados para o trabalho.

O Secretário Municipal de Educação, Gildeon Alves da Cruz, afirma que as ações da SEMED e do Município contribuíram para que Cacoal estivesse à frente da maioria dos municípios de Rondônia e do Brasil. O resultado, divulgado no último dia 20 de outubro, deu à cidade a nota 5,3, o que a coloca à frente da Capital do Estado, Porto Velho, que ficou com 4,6, por exemplo.

O prefeito Adailton Fúria, em nome do Secretário de Educação, parabeniza a todos os professores, aos alunos e pais de alunos, pois é a somatória de todas as partes envolvidas que possibilitaram ao município alcançar esse destaque no âmbito da educação.

Confira, abaixo, a relação das notas de todos os municípios que foram destaque em Rondônia, com nota acima de 5,0.

Nova Brasilândia: 5,5; Novo Horizontes: 5.4; Cacoal: 5.3; Santa Luzia: 5.2; Rolim de Moura: 5.1; Pimenta Bueno: 5.1; Cerejeiras: 5.1; Colorado do Oeste: 5.0.
Outros municípios com bom desempenho, mas um pouco abaixo de 5,0, são:
Presidente Médici: 4,9; Texeirópolis: 4.9; Ministro Andreazza: 4.9; Corumbiara: 4.9; Espigão do Oeste: 4.9; Mirante da Serra: 4.9 e Jaru: 4.9
Os demais municípios que ficaram abaixo da média nacional. Dentre eles, os piores foram Candeias do Jamari, Governador Jorge Teixeira, e Costa Marques, 4.2. Já Porto Velho, com 4,6, ficou também abaixo da média nacional e estadual, com 4,6.