Como o título “Mutirão – Aqui não, Mosquito”, a prefeitura de Cacoal iniciou uma campanha para incentivar a população a atuar firmemente no combate aos mosquitos, eliminando criadouros em seus quintais.

Através de um banner divulgado em seu site oficial e em redes sociais, a Prefeitura pede que a população retire do quintal todo lixo doméstico que acumule água, como: garrafas pets, latas, pneus e vasilhames. Também orienta a população evitar o acúmulo de água de chuva e a manter sempre fechada a tampa de caixa de água, além de outros cuidados como evitar que sacos de lixos fiquem abertos, onde possam ser rasgados por animais.

Por fim, a sociedade é conclamada a agir conjuntamente, pois se cada um der sua contribuição, não haverá condições para que a fêmea do mosquito bote ovos e eles eclodam, transformando-se primeiro em larvas e posteriormente em pupa, até atingir a condição de picar as pessoas e infectá-las.

AÇÕES REALIZADAS PELO MUNICÍPIO
O trabalho de rotina vem sendo feito, que é a visita de casa em casa realizada pelos ACE (Agentes de combate a endemias) e os ACS (agentes comunitários de saúde). Os profissionais realizam trabalhos importantes como: educação em saúde, notificação dos proprietários de imóveis que deixam criadouros pro Aedes e o tratamento in foco. Caso a intimação não seja atendida em até 72 horas, multas serão aplicadas.

Informações sobre o Aedes Aegypti
O macho, como os mosquitos de qualquer espécie, alimenta-se exclusivamente de frutas, mas a fêmea necessita de sangue para o amadurecimento dos ovos que são depositados separadamente nas paredes internas de objetos, próximos a superfícies de água limpa, local que lhes oferece melhores condições de sobrevivência.

Os ovos não são postos na água, e sim milímetros acima de sua superfície, principalmente em recipientes artificiais. Quando chove, o nível da água sobe, entra em contato com os ovos que eclodem em pouco menos de 30 minutos.