Em reunião que realizou com secretários e representantes da Caixa Econômica Federal, o prefeito Adailton Fúria solicitou a disponibilização do saque do FGTS aos moradores que tenham saldo em conta.

O pedido leva em consideração a decretação de Situação de Emergência no município, o que permite à Caixa, mediante assinatura de uma portaria do Ministério do Desenvolvimento Regional, liberar parte dos recursos do FGTS aos trabalhadores afetados por enchentes e outras calamidades que os coloque em condições de vulnerabilidade social, o que é o caso de várias famílias cacoalenses que perderam tudo.

Nessa reunião, os integrantes da Caixa Econômica, através de seus representantes, informaram que vão trabalhar para que esses recursos do FGTS sejam desbloqueados em caráter excepcional.

As famílias que poderão ser beneficiadas com esses saques deverão comprovar que residem há pelo menos 120 dias em local atingido por inundação. O total liberado vai depender de quanto o trabalhador tem disponível, dentro de um teto de aproximadamente 6 mil reais. A liberação agora depende dos trâmites burocráticos e o município estará trabalhando sob a perspectiva de que esse pleito seja atendido.