Assuntos relacionados ao combate da pandemia COVID-19

Prefeita pedirá reconsideração ao Estado para manter o comércio aberto

Nesta terça-feira 30, a Prefeita Glaucione Rodrigues afirmou que entrará com pedido de reconsideração junto ao Estado, em relação à Portaria 11, de 29 junho de 2020, que classificou Cacoal para a Fase 1, onde estão liberados apenas o funcionamento dos serviços essenciais.
A Prefeita destacou que Cacoal tem feito o dever de casa, mantendo as medidas preventivas, tanto que a evolução dos casos no município está controlada em relação a outros municípios. “Estamos entrando com esse pedido de reconsideração para que possamos continuar mantendo o comercio aberto, pois não é justo Cacoal assumir a responsabilidade porque outros municípios não fizeram o controle”, enfatizou.
Há quatro meses, Cacoal vem lutando para controlar o avanço da doença com medidas preventivas e adoção de protocolos preventivos para a doença. “Temos travado uma verdadeira guerra para manter a economia funcionando e controlar o avanço da doença. Nossos técnicos trabalham diuturnamente para vencermos essa guerra. Os números de Cacoal estão bem baixos em relação aos demais municípios do Estado, porém Cacoal é a Macrorregião II e o Estado precisa rever os investimentos para atender os 32 municípios, atendidos nesta macrorregião”, explicou a Prefeita.

Enquanto aguarda a manifestação do Estado, o município permanece com está, ou seja, na fase 2 do Decreto do Governo do Estado.

Cacoal registra 14 novos casos da COVID 19

Visando conter a propagação do vírus, a Prefeitura de Cacoal vem adotando medidas diariamente, que visam isolar os pacientes que testam positivos e pessoas com sintomas gripais. Nesta terça-feira 09, foram realizados testes rápidos para os servidores da Prefeitura, onde mesmo com todos os cuidados como o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento, foram confirmados casos positivos, assim como em algumas secretarias do município. O objetivo é isolar as pessoas que estejam com a doença, que na maioria das vezes são assintomáticas e podem estar transmitindo a doença involuntariamente.

Com a realização dos testes, 14 novos casos positivos para a Covid 19 foram registrados no município, subindo para 119 os casos confirmados. Desde o início do enfrentamento ao Coronavírus, o município já testou 1.138 pessoas, sendo 962 descartados, 02 óbitos, 59 estão em tratamento e 27 aguardam resultados do Lacem.

A Prefeita explicou que uma análise dos resultados positivos mostram que muitas transmissões não vieram do comércio ou das academias, vieram de rodinhas sociais e encontros familiares, que continuam a acontecer, mesmo com as recomendações e até mesmo o novo decreto coibindo essas atitudes. Pediu aos pastores das igrejas para que continuem organizando as igrejas e mantendo o  distanciamento conforme as regras gerais. “Isso não é para sempre, vai passar. Vamos passar juntos por essa fase”, disse a Prefeita.

O município já está com 138 servidores afastados de suas funções, por se enquadrarem no chamado grupo de riscos.  A Prefeita pede a compreensão da população, que devido ao afastamento de dois Secretários que testaram positivos para a COVID 19 está respondendo por estas pastas e infelizmente não consegue mais atender presencialmente a todos, mas continuará respondendo por telefone e WhatsApp. “Preciso estar com saúde para cuidar bem do município e enfrentar essa guerra”, enfatizou.

 

 

PREFEITURA PRORROGA PRAZO PARA PAGAMENTO DO IPTU E DESCONTO PARA O REFIS

Considerando a situação de enfrentamento a pandemia, a Prefeitura de Cacoal prorroga mais uma vez os prazos para pagamento do IPTU e concede descontos para quem está com dívidas com o município. Já está disponível na Divisão de Receita da Prefeitura para pagamento, o IPTU  com 20% para quem pagar até 30 de junho, 15% até 31 de julho e 10% até 31 de agosto de 2020. Para os que estão em débito e querem negociar suas dividas,  a Prefeitura oferece por meio do REFIS, a opção de 50% de desconto dos juros e multa para pagamento sem entrada e de 60% de desconto dos juros e multa para o pagamento com entrada.  Para quem quer comodidade, a consulta pode ser feita pelo site site da Prefeitura, acesse: https://tributos.cacoal.ro.gov.br/portal-contribuinte/consulta-carne, digite o CPF ou CNPJ e escolha a melhor forma de pagamento. Fique atento aos prazos com descontos e parcelamento.

0%

Multa para quem descumprir novo decreto das medidas contra COVID 19

A Prefeita Glaucione Rodrigues anunciou nesta sexta-feira 05, o Decreto 7.0707/PMC/20, que altera o Decreto 7.641-A de 24 de abril de 2020 e impõem medidas rígidas para Plano Estratégico de retomada gradativa e segura das atividades econômicas no município de Cacoal.

Ficam mantidas as determinações de distanciamento social já recomendadas, bem como o uso obrigatório máscara, como forma de evitar a transmissão comunitária da COVID-19 e manter o achatamento da curva de proliferação do vírus em Cacoal.

As proibições do novo Decreto impõem ao infrator ao pagamento de 01 a 05 UFC, bem como poderá responder pelos crimes previstos nos artigos 268 e 330 do Código Penal. Fica proibido a realização de eventos e de reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluídas excursões, cursos presenciais, festas particulares, encontros, visitas, churrascos, rodas de terere e narguilé, exceto reuniões de governança.

No rol das proibições também estão: a permanência e trânsito de pessoas em áreas de lazer e convivência, pública ou privada, inclusive em condomínios e residenciais, com objetivo de promover atividade física, passeios, eventos esportivos, eventos de pescas e outras atividades que envolvam aglomerações, exceto quando necessário para atendimento de saúde, humanitário ou se tratar de pessoas da mesma família que coabitam.

O funcionamento de cinemas, teatros, bares, banhos/balneários, casas de shows, boates e feiras em lugares fechados; O funcionamento de cinemas, teatros, bares, banhos/balneários, casas de shows, boates e feiras em lugares fechados;

Os restaurantes, lanchonetes, conveniências e congêneres poderão funcionar somente até às 22h30, ficando autorizado o serviço de entrega em domicílio (delivery), mas está proibido o consumo de bebidas alcoólicas nestes locais.

A prefeita Glaucione Rodrigues explicou que medidas mais severas foram necessárias, considerando o quadro epidemiológico que atravessa o País. “Rondônia passou a ser o número um em mortes pela Covid 19 em 24 horas, precisamos de medidas mais enérgicas para atravessarmos a essa barreira”, explicou a Prefeita.

As medidas adotadas desde o início da pandemia no município, têm contribuído para o controle da propagação do vírus. Barreiras sanitárias, desinfecção dos espaços públicos, fiscalização, distribuição de máscaras, Unidade Central com atendimento 24 horas, controle e o isolamento das pessoas infectadas, são algumas das ações realizadas no enfrentamento à COVID 19.

Download (PDF, 83KB)

Download (PDF, 150KB)

 

Cacoal confirma 82 casos para a COVID 19

Com 82 casos confirmados para a COVID 19, nesta quinta-feira 4, em Cacoal, a Prefeita Glaucione Rodrigues deve anunciar novas  medidas de restrições. Nas repartições públicas do município, por exemplo, além das medidas de prevenção e segurança já existentes, novas medidas estão sendo adotadas em cada repartição, revezamento de turnos de trabalho, bem como o controle de fluxo no gabinete e setores da Administração.

As medidas adotadas são recomendações do comitê técnico necessárias, considerando ao estágio de contaminação que está evoluindo no município. Na sua live diária, em sua rede social do Facebook, a Prefeita Glaucione Rodrigues falou da preocupação quanto ao aumento de casos nos últimos três dias e a distância que está dos confirmados para os curados. “Nós não temos mais vagas na UTI de Cacoal e são apenas 9 vagas na enfermaria e somente 1 leito na UTI Pediátrica. Com essa situação corremos os risco de cair de fase, quanto ao decreto do Estado”, explicou a Prefeita.

A Prefeita foi enfática na sua fala, ao dizer que o momento é de recuar e cuidar das famílias. “O momento é delicado e precisamos unir forças para passar por essas dificuldades. Agradecemos as equipes da saúde que estão colocando suas vidas para salvar outras vidas. É hora de compreensão e da responsabilidade de cada um, para cuidar de suas famílias”, finalizou.

O Boletim Informativo número 80, desta quinta-feira 4, registrou o seguinte panorama: CONFIRMADOS: 82 – Suspeitos notificados: 622 – Descartados: 509 – aguardando: 26  e Curados: 47. Desses 5 estão na UTI e 4 na enfermaria.

Assessoria PMC/05Junho/2020

Prefeitura de Cacoal lança Portal da Transparência COVID-19

Em tempos de Pandemia, a Prefeitura de Cacoal reforçando a necessidade de manter a transparência nos atos de enfrentamento ao Coronavírus e mostrar o compromisso com a Saúde do município, lançou o Portal da Transparência COVID-19.

Esse Portal é exclusivo para as despesas e receitas no enfrentamento ao vírus. Essa nova plataforma reforça o compromisso de dar transparência às ações da Prefeitura e o respeito ao dinheiro público.

No Portal pode-se acessar a todos os procedimentos de contratação de bens e serviços voltados ao combate à pandemia do Coronavírus como: licitações, despesas, contratos, atas, publicações oficiais e as ações  de enfrentamento a COVID 19 realizadas no município.

Pode ser acessado pelo link: https://www.cacoal.ro.gov.br/covid-19/

Fonte: Assessoria

 Todos contra o Coronavírus – Juntos, venceremos!

A Prefeitura de Cacoal, por meio da Secretaria de Saúde e Vigilância em Saúde trás algumas informações importantes sobre a COVID 19. Siga as recomendações, essa guerra somente será vencida se houver a conscientização de todos.

 Você sabe o que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com COVID-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória e desses casos aproximadamente 5% podem necessitar de suporte para o tratamento de insuficiência respiratória (suporte ventilatório).

O que é o coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Quais são os sintomas?

Os sintomas da COVID-19 podem variar de um simples resfriado até uma pneumonia severa. Sendo os sintomas mais comuns:

  • Tosse
  • Febre
  • Coriza
  • Dor de garganta
  • Dificuldade para respirar

Como é transmitido?

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de:
• Toque do aperto de mão;
• Gotículas de saliva;
• Espirro;
• Tosse;
• Catarro;
• Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Como e quando realizar o diagnóstico?

O diagnóstico da COVID-19 é realizado primeiramente pelo profissional de saúde que deve avaliar a presença de critérios clínicos:

  • Pessoa com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, que pode ou não estar presente na hora da consulta (podendo ser relatada ao profissional de saúde), acompanhada de tosse OU dor de garganta OU coriza OU dificuldade respiratória, o que é chamado de Síndrome Gripal.
  • Pessoa com desconforto respiratório/dificuldade para respirar OU pressão persistente no tórax OU saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente OU coloração azulada dos lábios ou rosto, o que é chamado de Síndrome Respiratória Aguda Grave

Caso o paciente apresente os sintomas, o profissional de saúde poderá solicitar exame laboratoriais:

  • De biologia molecular (RT-PCR em tempo real) que diagnostica tanto a COVID-19, a Influenza ou a presença de Vírus Sincicial Respiratório (VSR).
  • Imunológico (teste rápido) que detecta, ou não, a presença de anticorpos em amostras coletadas somente após o sétimo dia de início dos sintomas.

O diagnóstico da COVID-19 também pode ser realizado a partir de critérios como: histórico de contato próximo ou domiciliar, nos últimos 7 dias antes do aparecimento dos sintomas, com caso confirmado laboratorialmente para COVID-19 e para o qual não foi possível realizar a investigação laboratorial específica, também observados pelo profissional durante a consulta.

Como se proteger?

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.
  • Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.
  • Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.
  • Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
  • Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência.

 Quais as dicas para os viajantes?

 Caso você precise viajar, avalie a real necessidade. Se for inevitável viajar, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde locais.

Ao voltar de viagens internacionais ou locais recomenda-se:

  • No caso de viagens internacionais: o isolamento domiciliar voluntário por 7 dias após o desembarque, mesmo que não tenha apresentado os sintomas.
  • No caso de viagens locais: ficar atento à sua condição de saúde, principalmente nos primeiros 14 dias.
  • Reforçar os hábitos de higiene, como lavar as mãos com água e sabão.
  • Caso apresente sintomas de gripe, siga as orientações do Ministério da Saúde para isolamento domiciliar.

 E se eu ficar doente?

Caso você se sinta doente, com sintomas de gripe, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos e fique em casa por 14 dias.

Diagnóstico positivo para COVID-19, siga as seguintes recomendações:

  • Fique em isolamento domiciliar.
  • Utilize máscara o tempo todo.
  • Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo.
  • Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão e sempre limpe vaso, pia e demais superfícies com álcool ou água sanitária para desinfecção do ambiente.
  • Separe toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso.
  • O lixo produzido precisa ser separado e descartado.
  • Sofás e cadeiras também não podem ser compartilhados e precisam ser limpos freqüentemente com água sanitária ou álcool 70%.
  • Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70% ou água sanitária.

Caso o paciente não more sozinho, os demais moradores devem dormir em outro cômodo, longe da pessoa infectada, seguindo também as seguintes recomendações:

  • Manter a distância mínima de 1 metro entre o paciente e os demais moradores.
  • Limpe os móveis da casa freqüentemente com água sanitária ou álcool 70%.
  • IMPORTANTE!!! Se uma pessoa da casa tiver diagnóstico positivo, todos os moradores ficam em isolamento por 14 dias também.
  • Caso outro familiar da casa também inicie os sintomas leves, ele deve reiniciar o isolamento de 14 dias. Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, ele deve procurar orientação médica.
1 2