Assuntos relacionados ao combate da pandemia COVID-19

Prefeitura continua com a entrega da Ivermectina nas UBS

A Prefeitura de Cacoal comunica que está realizando a entrega gratuita da Ivermectina. O medicamento é disponibilizado apenas após consulta e prescrição médica nas Unidades Básicas de Saúde do Município. Quem já possui a receita, o medicamento por ser adquirido na farmácia central que fica Av. Cuiabá anexo a UCS.
Não há comprovação da eficácia do medicamento no tratamento, mas dados comprovam que as pessoas que fizeram o uso da Ivermectina tiveram a forma mais leve da Covid 19.
Para mais informações, procure a Unidade Básica de Saúde mais próximo da sua residência.
Usar máscara, manter higiene das mãos com água e sabão ou álcool em gel, e o distanciamento social ainda é a melhor forma de prevenção contra o CORONAVÍRUS.

COMUNICADO – PREFEITURA DE CACOAL

A Prefeitura de Cacoal COMUNICA que estará realizando no sábado dia 22, das 08h00min às 16h30min, , em todas as Unidades Básicas de Saúde do município, a entrega do medicamento Ivermectina às pessoas acima de 12 anos, independente do mês de nascimento.
Levar Cartão SUS e um documento com foto.
Usar Máscaras e manter o distanciamento de 2 metros de uma pessoa a outra.
Prefeitura de Cacoal a Prevenção é diária!

 

 

ATENÇÃO! IVERMECTINA NÃO É CURA PARA COVID 19

A ivermectina foi incluída pela Anvisa na lista de medicamentos controlados com receituário especial, sendo necessário um documento com foto e cartão do SUS para atendimento nas UBS neste sábado (25/07). O medicamento não inibe o contágio de Coronavírus, mas há estudos que mostram que a ivermectina possuí atividade antiviral em teste in vitro contra o vírus causador da Covid-19. Sendo assim fortalece o sistema imunológico e se caso a pessoa for infectada, tem mais chances de ter apenas sintomas leves e não precisar de leito hospitalar. IVERMECTINA NÃO É A CURA DO CORONAVÍRUS, É PREVENÇÃO!!

Prefeita anuncia distribuição de Ivermectina e fala em possibilidade de Lockdown

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira 21, a Prefeita Glaucione Rodrigues falou da situação que o município vem enfrentando nos últimos dias. Pediu o apoio da imprensa no sentido de conscientizar a população, que o momento é de recuar. Após anunciar que será realizada a distribuição gratuita de Ivermectina a toda população, disse que não está descartada a possibilidade de Lockdown.
A Prefeita explicou que o município tem feito o dever de casa no atendimento preventivo, com orientação monitoramento e o atendimento na UCS e nas unidades Básicas de Saúde. “Estamos tendo dificuldades com os atendimentos de internação no HEURO e Hospital Regional, que é de responsabilidade do Governo do Estado”, disse a Prefeita, explicando que hoje o município está recebendo uma equipe do Governo para avaliar a situação.
Cacoal recebe pacientes de 32 municípios da região, o que representa uma população de mais de 800 mil pessoas. A Macro Região II, classificada pelo Estado, localizada em Cacoal já entrou em colapso, segundo relatos técnicos. “São muitas as dificuldades, tanto de estrutura quanto de pessoal. Dezenas de servidores estão afastados, faltam leitos na UTI, faltam servidores para o revezamento das escalas, outros precisam se arriscar nos plantões para atender a demanda. Essas são algumas das dificuldades apontadas pelos que estão na linha de frente da Macro II”, explicou a Prefeita.
Com 100% dos leitos de UTI ocupados e enfermarias lotadas, a Prefeita  assinou novamente decreto restringindo o uso de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos e conclamou a população para a conscientização.  “Estamos numa guerra e mudamos as estratégias conforme avança a doença. E nesse momento quero pedir à população, que é hora de recuar. Somente sair de casa a força de trabalho, vamos proteger os idosos e nossas crianças e juntos vamos vencer essa batalha”, enfatizou.
A Prefeita disse que a semana será decisiva para avaliar quais as medidas que serão adotadas, mas a possibilidade de Lockdown não foi descartada.

Novo Decreto volta restringir consumo de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos em Cacoal

A prefeita Glaucione Rodrigues em boletim extraordinário na manhã desta segunda-feira 20, após reunião coma Policia Militar e técnicos da Administração, falou que devido aos exageros do final de semana novas medidas serão adotadas. Após reunião com comandante da Polícia e equipe técnica, foi constatado que o principal foco das ocorrências esteve em relação ao consumo de bebidas alcoólicas. Com 100% das UTI’ s lotadas e o aumento dos casos nos últimos dias, novas estratégias já estão sendo planejadas.

O comandante da Policial Militar, Major França, que participou da reunião com os técnicos e também da live com a Prefeita, destacou que as aglomerações aconteceram em diversos pontos da cidade, como bares e balneários e também residencias. Segundo o Comandante, com a liberação do consumo de bebida nos bares aumentaram também outros tipos de criminalidade como roubos e furtos, que consequentemente alimenta o tráfico. “Além disso, houve um aumento significativo do número de acidentes de trânsito”, disse o Comandante.

A Prefeita anunciou que estará restringindo a partir de hoje o consumo de bebidas nos estabelecimentos, mas deixou claro, se não houver a colaboração da população, as medidas poderão ser mais enérgicas. “Estamos numa guerra e a cada momento é preciso rever as estratégias. A situação é critica e o momento é de recuar. Pedimos a compreensão da nossa população, pois precisamos cuidar da economia, mas precisamos preservar também o bem maior, que é a vida”, disse a Prefeita.

Glaucione ressaltou ainda, que à medida que o cenário vai mudando novas medidas serão adotadas. Segundo ela, o Deputado Cirone já está em Porto Velho buscando junto ao Governo do Estado, solução para a situação da falta de leitos e outros problemas da Macro II. “Não podemos continuar como está, diariamente recebemos reclamações dos profissionais do Heuro e do Regional, pela falta de estrutura para atender os pacientes, são situações que o Governo precisa resolver”, frisou a Prefeita.
A distribuição da Ivermectina em massa a toda população também está sendo planejada pelos técnicos da saúde, a princípio está sendo disponibilizada nas UBS e UCS para quem está com sintomas.

Download (DOCX, 53KB)

COVID 19: Servidores da saúde em Cacoal vão receber indenização

A Prefeita Glaucione Rodrigues anunciou ontem, 15, que os servidores efetivos da saúde de Cacoal terão R$500 reais de indenização. O projeto enviado a Câmara nesta quinta-feira, 16, autoriza o Executivo a criar uma indenização temporária para os servidores efetivos ativos da Saúde, que estão atuando no combate à pandemia do novo coronavírus. O adicional pode ser pago pelo prazo de 3 (três) meses.
Se for aprovado, o projeto vai contemplar enfermeiros, técnicos de Enfermagem, auxiliares de Enfermagem, médicos, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas, e demais servidores que estão em atuação nos setores administrativos da Secretaria Municipal de Saúde , inclusive aqueles cedidos ao município e lotados na Secretaria de saúde e que estejam atuando  no enfrentamento a COVID 19.

A Prefeita destacou que as equipes da saúde tem se desdobrado para atender a grande demanda, em decorrência da pandemia. “Encaminhamos o Projeto à Câmara e esperamos que os vereadores possam votar o mais breve possível e atender essa categoria, que tanto tem sofrido as conseqüências dessa guerra contra esse inimigo invisível”, disse a Prefeita .

1 2 3