Publicação do Lançamento do Imposto Predial Territorial Urbano – IPTU E ITU/2022

A Fazenda Pública do Município de Cacoal torna público o lançamento do Imposto Predial Territorial Urbano – IPTU e ITU do exercício de 2022. O Pagamento do IPTU e ITU poderão ser em cota Única ou parcelado em 07 vezes, assim: IPTU e IPTU DE 2022 COTA ÚNICA COM 20% DE DESCONTO – 30/04/2022, COTA ÚNICA COM 15% DE DESCONTO – 30/05/2022, COTA ÚNICA COM 10% DE DESCONTO – 30/06/2022, OU PARCELADO EM 07 VEZES 1ª PARCELA – 02/05/2022 2ª PARCELA – 30/05/2022 3ª PARCELA – 30/06/2022, 4ª PARCELA 01/08/2022, 5ª PARCELA 30/08/2022, 6ª PARCELA – 30/09/2022 7ª PARCELA – 31/10/2022. O mesmo encontra-se liberado também no site WWW.cacoal.ro.gov.br/iptu.

MARIA LÚCIA DE ANDRADE ARAÚJO
Coordenadora da Divisão de Receitas.

CAROLINA LENZI ARMONDES
Secretária Municipal de Fazenda

Incidência de casos de dengue aumenta e Secretaria Municipal de Saúde alerta população para a necessidade de prevenção

A Secretaria Municipal de Saúde de Cacoal (SEMUSA) alerta à população para tomar todas as precauções necessárias em relação a ocorrência de um maior número de casos de dengue. As infecções, causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, são mais comuns no período das chuvas, como acontece agora, aliada às alterações na temperatura e a falta de conscientização de algumas pessoas.

De acordo com Coordenador de Vigilância Ambiental, Flaviano Melo, é necessário a limpeza em locais em que possam haver acumula de água pelo menos uma vez por semana, já que do ovo à forma adulta, o ciclo de vida do Aedes Aegypti em geral leva 10 dias a partir do momento em que a fêmea do mosquito deposita o ovo em água parada. Por isso, a eliminação de criadouros deve ser realizada pelo menos uma vez por semana para que esse ciclo de vida do mosquito será interrompido.

Flaviano explica que é necessário que as pessoas que tenham os sintomas procurem as unidades de saúde, pois a dengue pode matar a partir do quinto dia se não houver um tratamento adequado. Além disso, é importante para a saúde pública ter os registros de casos para poder definir melhor suas políticas públicas no enfrentamento à doença.

Confira as orientações para evitar a reprodução do Aedes aegypti:

• Evitar usar pratos nos vasos de plantas. Se utilizar, colocar areia até a borda;
• Guardar garrafas com o gargalo virado para baixo;
• Deixar lixeiras tampadas;
• Deixar os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
• Tratar a água da piscina com cloro e limpá-la uma vez por semana;
• Manter ralos fechados e desentupidos;
• Lavar com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
• Retirar a água acumulada em lajes;
• Dar descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
• Manter fechada a tampa do vaso sanitário;
• Evitar o acúmulo de entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
• Nos cemitérios, preferir flores artificiais ou plantadas em vasos com terra (sem prato para aparar água);
• Retirar as embalagens plásticas que acompanham os vasos de flores;
• Colocar areia ou terra em locais do túmulo que possam acumular água;
• Retirar os suportes que represam água nas capelas para queima de velas;
• Floreiras de concreto devem estar furadas, para permitir o escoamento da água;

Denuncie a existência de possíveis criadouros de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone (69) 3907 4127.

Cacoal tem 115 casos ativos de covid-19; nesta quarta-feira foram 15 casos

A Secretaria Municipal de Saúde de Cacoal, RO, SEMUSA, através da Coordenação de Vigilância em Saúde, informou que o município tem 115 casos ativos de covid-19, a maioria dos pacientes em tratamento domiciliar e com casos leves da doença. São 11 pacientes internados, sendo 07 em UTI e 04 em enfermaria.

Nos últimos sete dias, o município registrou 177 casos, conforme divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado. Ontem foram 06 casos, conforme a SEMUSA e na data de hoje, dia 15 de dezembro, 15 notificações.

Em razão de problemas no sistema integrado do Governo Federal, os dados foram enviados manualmente à Sesau, que compilou e divulgou os números dos últimos 07 dias, na data de hoje. O número de óbitos na semana foi de 02 casos, conforme consta do Boletim da Sesau.

Confira, no gráfico abaixo, o quadro geral e o número de casos ativos na data de hoje:

COVID-19 – Semusa emite comunicado sobre lançamento de dados a partir deste dia 15

Por meio de uma nota disponibilizada aos meios de comunicação e à sociedade, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Coordenação de Vigilância em Saúde, informou que a partir de deste dia 15 de dezembro, os dados referentes aos casos e eventuais óbitos por covid-19 no município serão enviados para relatório através de um formulário manual tendo em vista que o acesso à base de dados do E-SUS VE do Ministério da Saúde continua inacessível.

Em relação aos dados referentes aos dias 10, 11, 12, 13 e 14 de dezembro, eles não estão disponíveis no momento, mas serão gerados e disponibilizados tão logo o sistema esteja em pleno funcionamento.

O problema com o sistema disponibilizado pelo Ministério da Saúde para integrar todos os estados e municípios do país, segundo informações amplamente veiculadas nos grandes meios de comunicação aparentemente tem como causa uma invasão hacker e o caso está sob investigação dos meios de controle federal.

Prefeitura de Cacoal realiza limpeza de canteiros, calçadas e vias urbanas

A Prefeitura de Cacoal, por meio da Secretaria Municipal de Obras, iniciou o trabalho de limpeza de canteiros centrais, calçadas e ruas da cidade nesta quarta-feira, 10/11. Esse trabalho tem como objetivo remover lama, terra, folhas e galhos de árvores e outros detritos que costumam se acumular nesse período chuvoso.

Os servidores da secretaria estão executando os serviços juntamente com o maquinário necessário para deixar a cidade mais limpa e bem cuidada. Os principais serviços que estão sendo executados são varrição de ruas, roçagem, capina, remoção de folhas e galhos de árvores, pintura de meio fio, etc.

A Prefeitura esclarece que, de acordo com o Código de Posturas do Município é proibido depositar entulhos provenientes de demolições ou construções, lixo, detritos, papéis velhos ou outras impurezas, lançar animais mortos nos logradouros e vias públicas; jogar lixo ou detritos sólidos de qualquer natureza nos bueiros ou ralos das ruas e avenidas.

O aviso destina-se apenas a uns poucos moradores que agem em desconformidade com as normas previstas, mas a maioria absoluta dos cidadãos cacoalenses são pessoas conscientes e que sempre colaboram com o município, inclusive comunicando irregularidades à Secretaria Municipal de Obras e Secretaria Municipal de Obras.

Prefeitura de Cacoal divulga calendário de vacinação contra covid para esta semana; confira

Drive – Cacoal Shopping – 08:00 as 13:00

Dia 09/11 – Terça-Feira –  PFIZER para agendamento até 05/12;

Dia 10/11 – Quarta-feira – PFIZER para agendamento até 12/12;

Dia 11/11 – Quinta-Feira – AZTRAZENECA para agendamento até 27/10;

Dia 12/11 – Sexta-Feira – AZTRAZENECA para agendamento até 31/10.

 

CENTRAL – 08/11 a 12/11 – Horário – das 7:30 as 13:30

1ª e 3ª dose (pessoas com mais de 06 meses da segunda dose)

2ª dose Coronavac

 

Quarta-feira-10.11 – UBS Divinópolis.

Mesmo calendário para Pfizer e AstraZeneca

Pfizer com agendamento até 12/12 e AstraZeneca até 31/10

 

Busão da Vacina 

Dia 09/11 – Terça-Feira –  UBS do Riozinho

Dia 10/11 – Quarta-feira – Praça CEO

Dia 11/11 – Quinta-Feira – Feirão do Produtor

Dia 12/11 – Sexta-Feira – Praça do Teixeirão

Mulheres grávidas que não tomam vacina contra covid estão expostas a risco de morte, afirma Semusa

A Secretaria Municipal de Saúde de Cacoal (Semusa) faz um apelo para que grávidas e puérperas procurem a Central de Vacinação para tomarem a vacina contra covid-19. O maior índice de recusa por se vacinarem entre as grávidas preocupam as autoridades sanitárias, especialmente por serem elas pertencentes ao grupo de maior risco em caso de contaminação.

Das 39 mortes de mulheres grávidas ou puérperas em Rondônia, 35 delas morreram por essa doença, conforme relatou o experiente médico obstetra Donizete Camargo de Freitas, que atua na saúde pública de Cacoal há 22 anos. O médico ressalta que esse índice, alarmante, é um alerta que precisamos levar em conta e incentivar às grávidas e puérperas a se vacinarem.

Além de ser uma doença pulmonar, a covid também atinge outros órgãos e o principal problema dessa doença são os efeitos trombóticos. Os riscos de trombose, segundo o médico Donizete de Freitas, são maiores em grávidas e a falta de vacinação potencializa os riscos de morte.

O médico faz uma apelo para que essas mulheres se conscientizem da importância da vacinação. Ele conta que infelizmente, com as redes sociais, há muita propagação de notícias falsas, alegando que a vacina pode causar risco ao feto e às mães. Segundo o médico, é justamente o contrário. É o coronavírus que cria sérios riscos para o feto e para a gestante, que pode morrer, caso não seja imunizada contra essa doença.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cacoal está especialmente preocupada com o avanço de uma nova cepa de coronavírus, conhecida como Delta, e que é muito mais agressiva e com elevado grau de espalhamento, caso a população não tome as medidas adequadas para o enfrentamento a mais esse perigo que nos rodeia. A única maneira de deter o vírus e evitar que ele causa mais mortes e sofrimentos é a vacina.

Por fim, o médico pede também que os maridos de mulheres grávidas ou puérperas as incentivem para que procurem imediatamente a central de vacinação para evitarem o risco de contrair a doença, perder a vida e deixar os filhos órfãos.

Dagliane Schulz conta que ao saber que a vacina Pfizer estava liberada, correu para tomar a vacina, seis dias antes do nascimento do bebê. Ela agora voltou para tomar a segunda dose, com o filho de três meses, no colo e saudável..

A prefeitura de Cacoal está fazendo a sua parte e já aplicou aproximadamente 83 mil doses de vacinas, das quais foram 60 mil da primeira dose e quase 23 mil completaram o ciclo vacinal com duas doses, mas depende também de os cidadãos se conscientizarem da importância da imunização nesses tempos difíceis que a humanidade atravessa.

Um reforço importante para dar às grávidas um motivo a mais para tomarem a vacina contra covid-19 vem de Pernambuco, onde se constatou que não houve caso de mortes entre mulheres que tomaram as duas doses da vacina naquele estado.